28 de agosto de 2015

Como Fazer o Mix de Pulseiras

Beleza / Moda

Continuando a série de como misturar acessórios, hoje vamos falar sobre o acessório que provavelmente a maioria de vocês já misturou ou tentou misturar: as pulseiras!

O mix de pulseiras pode dar um complemento descolado ou elegante ao look, o importante é saber quais peças combinam em estilo.

E dentro do mesmo estilo vale tudo: diversos tipos, cores, texturas e tamanhos. Aliás, tem muita gente usando as pulseiras nos dois braços! Fica a dica!

CLIQUE AQUI PARA VER COMO FAZER MIX DE ANÉIS

Origem da Imagem

Tipos de pulseiras

Flexíveis: São maleáveis, independente de serem correntes, pulseiras ou cordões.  Podem ter pingentes, pedrarias, ou serem lisas.

Rígidas: as duras são ótimas para servirem de base, pois dão mais estrutura ao mix.

Artesanais: dão um ar mais colorido e mais hippie para o conjunto.

 

Estilo

Elegante:
Misturar metais e pedras é o segredo. Quanto mais as pedras parecerem joias, mais bonito o efeito!

Romântico:
As pulseiras discretas e delicadas devem predominar e os pingentes normalmente são bem femininos. É comum misturar com pérolas, para caprichar no romantismo.
Se quiser também é possível incluir uma peça mais pesada, para dar uma quebrada.

Descolada / Full Teen:
Aqui você não precisa se preocupar muito com as cores ou com formatos.
Quanto mais irreverente, melhor!

Hippie / Gipsy:
A grande maioria das peças são artesanais, com muitas miçangas, camurças e metal. Não tenha medo de misturar!

Roqueira:
Misture metais com couro e correntes de efeito trançado. Você pode ousar mais com pulseiras de spikes, caveiras, e correntes dependuradas.
Também é possível colocar algumas pulseiras brilhantes mais delicadas junto, dando um ar mais feminino.

Maxi / Ousado:
Esta é para as que já dominam o pulseirismo e adoram.
Misture várias pulseiras largas e pesadas, sem se preocupar com a combinação.

 

Noções básicas que facilitam a vida

  • É importante levarmos em conta o que estamos vestindo na hora de montar nossas combinações de pulseiras.
    Se a roupa já for super colorida e produzida, vale a pena pensar em tons metálicos, que são mais sóbrios.  Se você está toda princesinha anos 80, melhor não encher o braço de couro e spikes.
    Você pode até conseguir um visual interessante misturando estilos, como a segunda foto da Olivia Palermo no começo do post, mas é muito mais difícil.
  • Na hora de escolher a quantidade e volume, um “limite” bacana é você imaginar 1/3 (um terço) do espaço entre seu pulso e seu cotovelo. Mais que isso começa a sobrecarregar e pode acabar encurtando visualmente seus braços.
  • Lembre-se do local onde está indo e do horário do compromisso. Cada local pede um tipo de vestimento e discrição. E a noite é sempre possível carregar mais nos acessórios.
  • Dica: Comece pelas peças de maior espessura e pelas de cores mais fortes. Fica mais fácil de combinar assim.

 

E ai meninas, vocês gostam do pulseirismo?

Andréia Campos
Petit Andy no YouTube. Se Inscreva!