05 de outubro de 2016

Produtividade tem limite

Rotina

Não tem como fugir, todos temos muitas coisas para fazer em poucas horas do dia, incluindo dormir e se você for dos meus, dormir é muito importante.
A conta parece não fechar em apenas 24 horas… a não ser que você aprenda a ser produtivo.

Quando estava em um escritório de uma big pharma, produção era meu nome do meio.
Controlava tudo, entregava tudo, participava de tudo.

Bacana, né? Mais ou menos…

pensamento, pensamentos, produzir, produtividade, limite, stress, doente, doença, é bom, é ruim, glamour, elegante, chique, limite, controle, disciplina, realização, , atual, jovem, jovens, mulheres, garota, garotas, irreverente, descolada, criativa, online, são paulo, brasil, sao paulo, loja, fashion, fashionista, Brasil, Brazil, jovem, dica, dicas , estilo, moda, estilosa, lojas, petit, andy, blog, blogueira, moda blogueira, blogueira de moda, blog de moda, como ser blogueira, estilo, estilosa, blog de estilo, blogueira estilosa, blog moderno, blogueira moderna, blogueira famosa, blogueira são paulo, blogueira sao paulo, blogueira paulista, blogueira paulistana, blog de beleza, beleza, blogueira de beleza, cosméticos, cosmeticos, são paulo, sao paulo, paulista, paulistana, petitandy, Petit Andy, petitandy.com, Andréia, Andreia, Campos, Andréia Campos, Andreia Campos,

Esta coisa de ser sempre produtivo, de otimizar sempre nosso trabalho e nosso tempo… isso faz com que trabalhemos (no sentido amplo da palavra) sempre em um ritmo muito maior do que o natural.
Sem perceber, acabamos com uma vida baseada no limite do que aguentamos.

Quando chegava em casa já havia entregado tudo que era capaz e o que conseguia pensar era: nada. Literalmente nada.

Não sei porque, mas ninguém associa a palavra “produtividade” ao “stress”.
Tenho para mim que se não fosse a busca excessiva por “ser produtivo” teríamos uma vida mais saudável.

pensamento, pensamentos, produzir, produtividade, limite, stress, doente, doença, é bom, é ruim, glamour, elegante, chique, limite, controle, disciplina, realização, , atual, jovem, jovens, mulheres, garota, garotas, irreverente, descolada, criativa, online, são paulo, brasil, sao paulo, loja, fashion, fashionista, Brasil, Brazil, jovem, dica, dicas , estilo, moda, estilosa, lojas, petit, andy, blog, blogueira, moda blogueira, blogueira de moda, blog de moda, como ser blogueira, estilo, estilosa, blog de estilo, blogueira estilosa, blog moderno, blogueira moderna, blogueira famosa, blogueira são paulo, blogueira sao paulo, blogueira paulista, blogueira paulistana, blog de beleza, beleza, blogueira de beleza, cosméticos, cosmeticos, são paulo, sao paulo, paulista, paulistana, petitandy, Petit Andy, petitandy.com, Andréia, Andreia, Campos, Andréia Campos, Andreia Campos,

Entendo que as máquinas no geral são algo recente na história da humanidade. Entendo que o potencial e a velocidade dela ainda nos surpreenda. E que se supere a cada dia.
Mas olho para a sociedade que vivemos… será que já não passou da hora de perceber que humanos e máquinas são coisas diferentes?

A ciência e a tecnologia evoluem a cada dia. Elas mudaram a balança drasticamente!
Hoje podemos viver muito mais e melhor do que qualquer antepassado. Quando foi que o homem deixou de usar isso ao seu favor?

As doenças psicossomáticas já são consideradas o “mal do século” e uma das prováveis causas é esta cobrança.
Quando foi que a tecnologia passou a ser um “modelo” e passamos a ter que produzir quase que no mesmo ritmo? Porque passamos ela para o outro lado da balança?

Encerro meu pensamento com um apelo:
Caro leitor, caso você se considere uma pessoa altamente produtiva, por favor, cuide-se.
Ao contrário do que parece, a produtividade tem limites.

Andréia Campos
Escreva seu Comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui
10 comentários
  1. Eu sou extremamente produtiva hahaha, tarefas que é para levar a semana toda, eu faço em um dia e acabo me irritando com pessoas lerdas, que não devem ser tão lerdas assim, apenas trabalham num ritmo normal.

    • Hahaha, as vezes elas só tem um ritmo diferente.
      Mas eu acho assim, se o seu ritmo natural já é mais rápido, tudo bem. Agora, se você fica se forçando a ser cada vez mais “produtiva”, ai é ruim, sabe?

  2. Acho que vc poderia ter dito tudo isso no privado pra mim, miga.. Não precisa de indiretas no seu blog ahuiahuihauihauihauihauihauihaiuha

    Infelizmente é verdade..
    Vou dormir com dor de cabeça justamente por não dar conta das minhas ideias =/

    • Hahahha, poxa, você percebeu? Desculpa… kkkk!!!
      Poxa Clay, eu também… as vezes eu estou morrendo de sono, ai eu vou dormir e PANS! Tudo que eu queria fazer e não deu tempo surge na mente. Mas eu me esforço para não pensar nisso…. :p

  3. Oi Andréia, tudo bem?
    Gostei de mais do seu texto, e confesso que já me senti assim às vezes, depois de um dia “produtivo”. Toda a minha energia se esvaiu ao ponto de chegar em casa e só querer cama. De fato precisamos equilibrar as coisas e viver de verdade, afinal, do que adianta chegar aos 100 anos, mas se não vivemos nada?
    bjus
    Amanda Almeida

    • É isso mesmo!
      Nós estamos tão acostumados a querer fazer cada vez mais, que não percebemos que estamos passando dos limites…. mas infelizmente este é um ponto que as empresas e a mídia (pq é patrocinada por estas empresas) jamais vão divulgar, né?

  4. Muito interessante o seu texto, Andréia. Não me considero uma pessoa produtiva mas me cobro muito em alguns aspectos da vida, sempre procurando fazer mais e mais. E nossa, isso realmente é estressante. Muitas vezes paro e fico pensando quando nós, humanos, vamos realmente viver. Quando vamos parar, respirar e aproveitar cada momento da vida em sua plenitude? Essa pressa para tudo acaba com a gente.

    • Te entendo completamente. E vamos ser sinceras, se o seu ritmo não é super rápido, isso não deveria ser um problema.
      É como o seu corpo funciona, é o seu ritmo. Forçar isso só nos deixa cada vez mais ansiosos e estressados… pode ser “positivo” hoje, mas depois, quando ficarmos doentes, nada disso vai ter valido a pena…

  5. Gostei muito das reflexões do seu texto. “Produtividade” é a palavra da moda, né?! Cada dia vejo mais livros, sites e conselhos para você ser super produtivo. Mas como você falou, não somos máquinas e cada um tem seu ritmo e seus limites. E essa auto cobrança que temos pode se tornar algo bem ruim.

    Beijos!

    • Pois é. As pessoas falam como se ser produtivo fosse a coisa mais maravilhosa do mundo e não tivesse “contra-indicações”!
      As pessoas precisam aprender a conhecer o seu ritmo e aproveitar o máximo dele, mas não se forçar. Isso não é saudável!

Petit Andy no YouTube. Se Inscreva!